Metal contra o mau cheiro: afinal, sabonete de inox realmente funciona?

Sabonete de inox - Márcio Padrão/UOL

Sabonete de inox Imagem: Márcio Padrão/UOL

Rodrigo Lara

Colaboração para Tilt

11/11/2020 04h00Atualizada em 11/11/2020 17h54

▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬ஜ۩۞۩ஜ▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
▓▓▓▓▓▒▒▒░░░ DESCRIÇÃO DO VÍDEO ░░░▒▒▒▓▓▓▓▓▓ ▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬ஜ۩۞۩ஜ▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬

Sem tempo, irmão

  • “Sabonetes” de aço inoxidável são eficazes em tirar odores fortes
  • A causa disso está no cromo presente na liga metálica
  • Em contato com oxigênio, o cromo cria película que atrai compostos sulfurados
  • Eles são responsáveis pelo odor da cebola, do alho e de frutos do mar

O que você faz quando quer tirar um cheiro ruim das mãos? Nesta situação, a opção mais comum é usarmos a velha e conhecida mistura de água e sabão. O problema é que, em muitos casos, a tática apenas mascara o odor com o perfume do sabonete e o resultado é que o cheiro acaba persistindo por muito tempo depois.

Por mais absurdo que pareça, os “sabonetes” de aço inoxidável à venda no mercado são mais eficientes do que sabonetes comuns na hora de tirar odores das mãos, e a explicação para isso está na sua composição.

Rodrigo Magnabosco, professor do Departamento de Engenharia de Materiais da FEI, explica que aço inoxidável — popularmente conhecido como inox —, assim como todo o aço, é uma liga de ferro. A diferença é que ele contém, no mínimo, 12% em massa de cromo na sua composição. “É esta presença de cromo que garante a resistência à corrosão”, diz. Isso acontece porque o cromo reage em contato com o oxigênio do ar e forma uma película que é invisível ao olho humano, que evita que o oxigênio do ar oxide o ferro presente no aço. Essa película formada pela reação do cromo com o oxigênio atrai substâncias que têm enxofre, responsáveis pelo odor da cebola, do alho e de frutos do mar.