Estrôncio e osteoporose: qual é o papel desse elemento químico para os ossos?

Gabriel Gama Teixeira

Do Jornal da USP

19/05/2022 09h25

Pesquisa do Departamento de Química da FFCLRP (Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto) da USP analisou a influência do elemento químico estrôncio, em sua forma iônica (Sr2+), na formação óssea utilizando modelos biomiméticos, ou seja, que imitam a estrutura e composição do tecido in vivo.

O estudo, realizado pela pesquisadora Camila Tovani, mostrou que altas concentrações de estrôncio podem promover a desestabilização dos principais componentes ligados à formação dos ossos, o que explica o desenvolvimento de patologias associadas ao acúmulo deste elemento no tecido.

Os resultados parciais do estudo podem ser encontrados no texto Formation of stable strontium-rich amorphous calcium phosphate: Possible effects on bone mineral e em sua pesquisa de doutorado, que foi uma das ganhadoras do Prêmio Capes de Teses 2021…. – Veja mais em https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2022/05/19/estroncio-e-osteoporose-qual-o-papel-desse-elemento-quimico-para-os-ossos.htm?cmpid=copiaecola