Como reaproveitar o óleo usado nas frituras?

O que fazer com o óleo de cozinha que sobra após o preparo de suas refeições?

O Prof. @bymazzei te conta como aproveitar estas sobras da melhor forma possível, sem poluir o meio ambiente.

Professor de Química dá aula de tratamento de água com música para o ENEM

Professor Mazzei de Química homenageia o maravilhoso grupo musical Cidade Negra – Fazendo paródia da música A ESTRADA, para facilitar o aprendizado sobre as etapas do tratamento de água – Crise Hídrica e campanha contra o desperdício para a realização da prova do ENEM.
No violão, professor Alfredo Sotto (Física) e no Cajon, professor Bruno Pires (Biologia)

Barrinha NEW 2

A letra:

A água (By Mazzei)

Você não sabe ou finge não saber
Mas a água ta no fim
Crise hídrica ensina a gente refletir
E eu desperdicei
As Mais belas fontes estraguei
Quando vi os rios secarem chorei
Ei, ei, ei, ei, ei, ei, ei

Você não sabe ou finge não saber
Mas a água está no fim
Crise hídrica ensina a gente refletir
E eu desperdicei
As Mais belas fontes esgotei
Quando vi os rios secarem chorei
Ei, ei, ei, ei, ei, ei, ei

A ETA capta por sucção
Pra fazer a filtração
Sulfato de alumínio na floculação
depois decantação
E quando faz a calagem o pH
Ajusta e o hipocloroso que vai matar
Bah Quitériah!!!
Que Secô !! Que seco!!

Quero usar o carvão ativado
Pra filtrar material granulado
Ou que está particulado
E até organo-clorado
Veja o meu sorriso que é tão lindo
É Fluor que cuida pra mim
É Fluor que cuida pra mim

Quero usar o carvão ativado
Pra filtrar material granulado
Ou que está particulado
E até organo-clorado
Veja o meu sorriso que é tão lindo
É Fluor que cuida pra mim
É Fluor que cuida pra mim

Você não sabe e finge não saber
Mas a água ta no fim

Medidas do dia a dia para reduzir
E eu já vacilei
Esqueci a vassoura e lavei
Calçadas imundas com água e errei ei ei ei
Ei, ei, ei, ei, ei, ei, ei

Com água…. Com água….

E o destino só você quem vai mudar!!
E o destino só você
E o destino só você

Pra água…Pra água

bARRINHA 3

Empresas correm para aprovar projetos no mercado de carbono

A pouco mais de sete meses do final do primeiro período de vigência do Protocolo de Kyoto, empresas brasileiras dos setores de energia e resíduos sólidos correm para que o governo federal e a Organização das Nações Unidas (ONU) aprovem a tempo projetos voltados à redução das emissões de gases de efeito estufa. O objetivo é captar recursos no mercado de créditos de carbono antes que as regras do protocolo mudem.

Leia mais

Setor de energia limpa pressiona UE a criar novas metas de corte de carbono

Empresas pedem que União Europeia tenha metas obrigatórias até 2030.
Medida estimularia investimento em fontes renováveis.

 

 Da Reuters

Oito grandes empresas de energia pediram que a União Europeia se apresse para entregar metas obrigatórias de energia limpa para 2030. Elas dizem que a indústria precisa de orientações além da política já existente, para obter uma economia de baixo carbono.

Continue Lendo